Escritório Nova Morada

Vinte anos depois de abrir em sociedade com o meu Mestre e amigo Professor António Sousa Franco a Sousa Franco Paz Ferreira e Associados, o núcleo central da minha sociedade e eu, apesar de republicano, transfere-se da Avenida Duque de Loulé para a Rua Duque de...

Eu Vim de Longe

Neste vídeo, Eduardo Paz Ferreira dá conta do percurso passado e aponta os caminhos do futuro e a importância do direito para a recuperação económica, fazendo uma síntese do trabalho do escritório.

Lutar contra as incertezas do futuro

É para mim uma grande honra colaborar com este número comemorativo dos cem anos do Correio dos Açores e é-o tanto mais, quanto se trata de albergar uma importante iniciativa cívica do jornal que visa auxiliar um debate fundamental sobreo modelo de sociedade e a forma...

Alerta EPF – Cartel do comércio de camarões

A Comissão Europeia anunciou a condenação de um cartel entre empresas que se dedicam ao comércio de camarões do Mar do Norte, levando à aplicação de coimas num total de EUR 28,7 milhões.
Quinta-feira, 28 Novembro 2013

A Comissão Europeia anunciou, ontem, a condenação de um cartel entre empresas que se dedicam ao comércio de camarões do Mar do Norte, levando à aplicação de coimas num total de EUR 28,7 milhões. Estiveram envolvidas as empresas Heiploeg, Klaas Puul, Kok Seafood (holandesas) e a Stührk (alemã), que representam cerca de 80% do mercado em causa.

De acordo com a Comissão, as participantes no cartel acordaram, entre junho de 2000 e janeiro de 2009, através de uma série de contactos informais, preços de compra e de venda e a partilha de volumes de vendas de camarão do Mar do Norte na Bélgica, França, Alemanha e Holanda, com o objetivo de promover o aumento dos preços e da rentabilidade do negócio.

O cartel foi identificado graças à denúncia de um dos participantes (Klaas Puul), que recebeu isenção total de coima.

A adoção desta Decisão não afeta a eventual identificação de práticas semelhantes noutros mercados geográficos. O mesmo mercado de produto já havia sido alvo de uma decisão condenatória pela autoridade nacional da concorrência holandesa. A Decisão pode vir a servir de fundamento para ações de responsabilidade civil extracontratual, intentadas por clientes ou consumidores finais.

A Eduardo Paz Ferreira & Associados está, como sempre, ao dispor para prestar todo e qualquer esclarecimento adicional.